Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
EXCLUSIVO: Diretor do Inmet fala sobre onda de frio e derruba falsas notícias
Publicado em 16/05/2022 às 16h10
Foto Notícia
O Instituto Nacional de Meteorologia -- Inmet soltou no início da tarde desta segunda-feira (16) dois comunicados a fim de esclarecer algumas dúvidas sobre a massa de ar fria que se aproxima rapidamente do Brasil e que deve chegar a algumas regiões, mais fortemente, já nesta terça-feira.

O Diretor Executivo do Inmet Miguel Ivan Lacerda de Oliveira, em entrevista exclusiva à Agência UDOP de Notícias, destacou que é importante a população ficar atenta e saber que o Inmet é o único órgão oficial de previsão meteorológica do País, "sempre confira no portal do Inmet para não cair em notícias falsas".

Milhares de informações desencontradas podem ser visualizadas desde as mais diversas redes sociais sobre o tema, o que causa, muita preocupação e, por vezes, gera até pânico em algumas pessoas. Uma das notícias falsas divulgadas é de que a frente fria que se aproxima seria a maior do último século, o que foi devidamente descartado pelo diretor do Inmet.

"Todas as informações meteorológicas aqui no Brasil ou no mundo são distribuídas a partir do banco de dados do Inmet, somos um grande concentrador de dados meteorológicos e o único órgão oficial de meteorologia do País", destacou Miguel Ivan informando, ainda, que as modelagens oficiais do Brasil são feitas pelo Inmet e pelo Inpi, numa parceria de integração.

"Mas todo o banco de dados de estações e medições é feito pelo Inmet. Quando se trata de medições em alto mar temos uma parceria com a Marinha Brasileira, que funciona, e na medição do resto do mundo temos uma cooperação internacional com a Organização Mundial de Meteorologia que engloba diversos países", esclareceu o diretor do Inmet.

Segundo os dados do Inmet existem muitas informações desencontradas e boatos que devem ser esclarecidos sobre a frente fria que se aproxima de nosso país. Segundo o órgão, sim, uma frente fria atípica pelo seu posicionamento e dimensões deve atingir o Brasil, mas é fake a informação de que seria a maior onda de frio dos últimos 100 anos, ou mesmo de que se trata de uma erupção polar histórica.

Outro fato verdadeiro, segundo Inmet, é que os ventos poderão chegar a até 100 km/h, mas isso na região litorânea do Rio Grande do Sul, com possibilidade, também, de formação de um ciclone subtropical na costa da região sul do Brasil.

No entanto, as informações de que as temperaturas poderiam chegar a menos 10 graus celsius, ou mesmo a possibilidade de neve em Goiás, Distrito Federal ou mesmo na região central do País não são verdadeiras.

"É verdade a informação de chuva congelada e neve apenas na região Sul e geadas em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, no Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso", destaca a nota do Inmet.

Previsão de geada

Sobre as geadas, o Inmet, informa que nesta terça-feira (17) há a possibilidade do fenômeno no sul do Paraná, com previsão de moderada a forte; centro e norte do Paraná, sul de MS e sudoeste de São Paulo, com previsão de incidência fraca.

Para quarta-feira (18), a previsão é de geada fraca no MS, norte do Paraná, SP (exceto litoral) e Triângulo Mineiro.

Na quinta-feira, há previsão de geada fraca em áreas do MS, sul de Goiás e Mato Grosso, SP, centro sul e no Triângulo Mineiro.

A semana termina com previsão de geada fraca no planalto norte de Santa Catarina, Paraná, sul e leste de MS, centro e oeste de SP, sul do MT, Goiás e Minas Gerais.

O diretor do Inmet termina a entrevista destacando, uma vez mais, que o portal Inmet (clique aqui) é hoje a maior fonte segura de informações sobre clima e tempo. "Existem também muitas empresas que fazem trabalhos específicos para alguns produtores, com base em dados do Inmet, que são seguros", finalizou Miguel Ivan.
Rogério Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
Mais Lidas