Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
33,2% do território brasileiro têm preservação da vegetação nativa pelo agronegócio
Pesquisa da Embrapa aponta que áreas dedicadas à conservação ambiental pelo mundo rural somam 282,8 milhões de hectares.
Publicado em 26/10/2021 às 09h52
Foto Notícia
As áreas de preservação da vegetação nativa pelo agronegócio representam 33,2% do território brasileiro. São 282,8 milhões de hectares conservados no campo, apontou estudo feito pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Territorial, com o geoprocessamento dos dados do Censo Agropecuário 2017 e do Sistema Nacional do Cadastro Ambiental Rural (SiCAR).

A Embrapa Territorial cruzou as coordenadas geográficas de 5.063.771 estabelecimentos agropecuários do Censo 2017 com os perímetros de 5.953.139 imóveis registrados no CAR até fevereiro de 2021 e identificou 1.885.955 estabelecimentos sem cadastro no SiCAR.

O CAR é um documento público eletrônico criado em 2012 pelo Código Florestal que reúne informações ambientais das propriedades, como a situação das Áreas de Preservação Permanente (APP), das áreas de Reserva Legal, entre outras. Ele é obrigatório para todos os imóveis rurais.

A pesquisa estima que as propriedades não cadastradas possuem cerca de 55 milhões de hectares de áreas dedicadas à preservação, o que representa 6,5% do território nacional.

Os 26,7% restantes são de propriedades mapeadas pelos produtores no CAR até fevereiro de 2021. O valor equivale a mais de 227 milhões de hectares.

As duas áreas somadas formam um terço do território brasileiro protegido, que segundo o estudo, pertence majoritariamente a terras privadas.
Fonte: Portal G1
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas