Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
TCU suspende obras de construção de monotrilho que vai ligar estação da CPTM ao Aeroporto de Guarulhos
Publicado em 17/09/2021 às 15h45
O Tribunal de Contas da União suspendeu o projeto de construção do monotrilho que vai ligar a estação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) ao Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo.

O projeto, nomeado de People Mover, estava com o início das obras previsto para janeiro de 2022. As obras devem durar 2 anos e o monotrilho deve transportar 2 mil pessoas por hora quando estiver pronto.

Segundo o ministro do TCU, Vital do Rêgo, faltam estudos para comprovar que o monotrilho é a opção mais viável para o aeroporto. Na decisão, publicada nesta quinta-feira (16), ele deu um prazo de 15 dias para o Ministério da Infraestrutura e para a Agência Nacional de Aviação Civil se pronunciarem sobre a decisão e deixou, a critério da Gru Airport, uma posição sobre o tema.

No voto, o ministro cita que o monotrilho pode custar dez vezes mais que outros projetos. Rêgo escreveu ainda que a relação custo-benefício deve ser levada em conta pelo gestor público e que "questões ambientais, técnicas e sociais também precisam ser ponderadas e comparadas".

Por fim, no no item 28 do texto ele diz, "o Bus Rapid Transit, o veículo leve sobre trilhos ou até mesmo o veículo leve sobre pneus, poderiam ser alternativas estudadas a fim de se comprovar que a escolha pelo "apm", que é a maneira como eles se referem ao monotrilho, seja a solução que melhor se molda à demanda de serviço esperada para um aeroporto do porte de Guarulhos".

Procurados, o Ministério da Infraestrutura, a Gru Airport, a Secretaria de Transportes Metropolitanos e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ainda não se manifestaram.

Projeto do monotrilho

No dia 8 de setembro, o governo federal assinou um aditivo ao contrato que possui com a Gru Airport, concessionária que administra o aeroporto, para a construir o People Mover. Com isso, parte do dinheiro que a Gru Airport repassa ao governo federal pela concessão deixará de ser pago e será destinado as obras do monotrilho.

O transporte da estação da CPTM até o aeroporto, deve durar 6 minutos, e não será cobrado.

Atualmente, o Expresso Luz, que sai do Centro de São Paulo, até a estação ferroviária mais próxima dura 25 minutos. Ou seja, todo o trajeto, deve durar 31 minutos.

Muitos passageiros que precisam viajar pelo Aeroporto de Guarulhos vão até o terminal aéreo de carro pela praticidade. No entanto, os valores cobrados são bem mais caros.

A promessa de uma ligação de trem entre o aeroporto de Guarulhos e a cidade de São Paulo é antiga. Em 2000, o governo do estado garantiu que a Linha 13- Jade estaria pronta em 2005. Depois, a promessa passou para 2010. O prazo não foi cumprido e a promessa foi prorrogada para a Copa de 2014, mas a linha só ficou pronta em 2018. A linha custou R$ 4 bilhões aos cofres públicos.

Pelo projeto original, a trem chegaria bem próximo ao terminal 3 do aeroporto, mas ele para há mais de 1 km do aeroporto. Após saírem da CPTM, os passageiros são obrigados a descer uma plataforma carregando as malas e pegar um ônibus para chegar ao terminal.
Fonte: Portal G1
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas