Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Ministro nega que haja necessidade de recriar horário de verão em 2021
Bento Albuquerque, da pasta de Minas e Energia, não vê benefícios na recriação do regime de horários
Publicado em 17/09/2021 às 09h51
Foto Notícia
O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque disse nesta sexta-feira (17), antes de embarcar para a 65ª Conferência-Geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), em Viena, que o "não há necessidade do retorno do horário de verão em 2021".

A fala vem após o ministério pedir novos estudos a respeito dos impactos do adiantamento dos relógios na crise hídrica. Bento não vê benefício prático para retomar com o regime de horários extinto pelo presidente Jair Bolsonaro em 2019.

"É uma questão de economia energética mesmo", continuou o ministro, alegando que cabe ao presidente editar o decreto ou não.

"A contribuição do horário de verão é limitada, tendo em vista que, nos últimos anos, houve mudanças no hábito de consumo de energia da população, deslocando o maior consumo diário de energia para o período diurno", diz o ministério, em nota.

"Assim, no momento, o MME não identificou que a aplicação do horário de verão traga benefícios para redução da demanda", continua, frisando que pediu que o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) "reexaminasse a questão". Segundo a Folha de São Paulo, o ONS disse que não comentaria o tema.
Fonte: IG Economia
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas