Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Clima pode cortar produção de café e açúcar pela metade até 2099
Publicado em 17/09/2021 às 08h52
A produção de commodities importantes, como açúcar e café, pode cair até 59% no longo prazo devido à mudança climática, segundo relatório do Instituto Ambiental de Estocolmo, que também prevê maior oferta de trigo.

Estados Unidos, China e Brasil são "fontes significativas de risco climático para os mercados globais de commodities", diz o relatório, argumentando que as mudanças irão afetar antigos fluxos comerciais ao redor do mundo, com o risco de agitação social.

Apenas nos EUA, a estimativa é que a produção de milho caia quase pela metade no longo prazo (2070-2099) devido às temperaturas mais altas, segundo o instituto, colocando em risco países que compram o grão. A produção na Rússia e no Canadá aumentaria 13% e 17%, respectivamente, mas não o suficiente para compensar os déficits em outros lugares.

Embora a produção de trigo possa crescer 14%, isso exigiria um deslocamento caro da produção para a Europa e regiões da América do Sul e da Ásia. Rússia e Canadá têm como elevar a produção de milho, soja e arroz, mas as áreas de cultivo provavelmente precisariam ser deslocadas dentro desses países, disseram os autores do estudo em apresentação.

O relatório, que antecede a cúpula climática COP26 das Nações Unidas no mês que vem em Glasgow, pede que autoridades olhem além das fronteiras nacionais para combater a mudança climática. As estimativas focam no impacto das temperaturas mais altas e excluem as consequências de eventos climáticos extremos.
Fonte: Bloomberg via Exame
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas