Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Cauteloso com nova onda de frio, mercado futuro do açúcar fecha valorizado
Publicado em 29/07/2021 às 08h23
Foto Notícia
O mercado futuro do açúcar fechou a quarta-feira (28) em alta nas bolsas internacionais, com os traders ainda receosos com a nova onda de frio que atinge todo o Brasil e pode provocar novas geadas em algumas regiões produtoras de cana-de-açúcar.

Na ICE, de Nova York, a quarta-feira foi de valorização em todos os lotes do açúcar bruto. O vencimento outubro/21 foi contratado a 18,61 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 26 pontos no comparativo com a véspera. Já a tela março/22 fechou cotada a 19,02 cts/lb, 25 pontos a mais do que os preços do dia anterior. As demais telas subiram entre 7 e 17 pontos.

Segundo a Reuters, os operadores continuam monitorando a previsão do clima no Brasil, com a frente fria no fim desta semana que provavelmente irá atingir as áreas de produção de cana-de-açúcar.

"O mercado continua focado no frio e nas geadas no final desta semana no Brasil", disse o analista Tobin Gorey, do Commonwealth Bank of Australia, em nota, acrescentando que produtores e traders têm bons motivos para ter cautela em relação à venda, destacou a Agência de Notícias.

Ontem, em comunicado, a Conab - Companhia Nacional de Abastecimento disse que a geada recente matou canaviais em partes da região Centro-Sul, exacerbando as perdas já causadas pelo estresse hídrico.

Açúcar branco

Em Londres a quarta-feira também foi de alta em todos os lotes do açúcar branco. No vencimento outubro/21 a commodity foi negociada a US$ 458,50 a tonelada, alta de 3,80 dólares, ou 0,8%, no comparativo com a véspera. Já a tela dezembro/21 subiu 3,40 dólares, negociada em US$ 473,80 a tonelada. Os demais lotes subiram entre 3,40 e 4,20 dólares.

Açúcar cristal

No mercado doméstico o açúcar cristal também fechou ontem em alta pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos foi negociada nesta quarta a R$ 117,58, valorização de 0,41% no comparativo com os preços praticados no dia anterior.

Etanol hidratado

Pelo Indicador Diário Paulínia a quarta-feira também foi de alta nas cotações do etanol hidratado. Ontem, o biocombustível foi negociado pelas usinas em R$ 3.024,00 o m³, alta de 0,23% no comparativo com os preços praticados no dia anterior. No mês o indicador já acumula alta de 5,16%.
Rogério Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
Mais Lidas