Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Saída de dólar supera entrada em US$ 15,818 bi no ano até dia 31 de julho, diz BC
Publicado em 05/08/2020 às 17h41
O fluxo cambial total do ano até 31 de julho foi negativo em US$ 15,818 bilhões, informou nesta quarta-feira, 5, o Banco Central. No mesmo período de 2019, o resultado havia sido negativo em US$ 2,209 bilhões.

O resultado do ano está diretamente ligado aos efeitos da pandemia de covid-19 sobre a economia. Em meio à crise, investidores aceleraram em março e abril o envio de dólares a outros países, em movimento de busca por segurança.

Em maio, porém, houve fluxo de entrada líquida de recursos no País. Nos meses de junho e julho, houve nova saída líquida.

No ano até 31 de julho, a saída líquida de dólares pelo canal financeiro foi de US$ 43,164 bilhões. Este resultado é fruto de aportes no valor de US$ 296,728 bilhões e de envios no total de US$ 339,892 bilhões. O segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo acumulado ficou positivo em US$ 27,346 bilhões, com importações de US$ 91,184 bilhões e exportações de US$ 118,530 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 16,873 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 42,645 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 59,012 bilhões em outras entradas.
Fonte: Estadão Conteúdo
Texto extraído do portal Istoé Dinheiro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.