UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Exportação de milho do Brasil segue em alta nas primeiras 3 semanas de agosto  

20/08/2019 - As exportações de milho do Brasil continuaram em ritmo acelerado nas três primeiras semanas de agosto, após bater recorde no mês anterior, apontaram dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.

Armazenamento de milho exportado do Brasil no porto de Portimex, em Tuxpan, México 21/02/2018 REUTERS/Henry Romero
Nos 12 primeiros dias úteis de agosto, os embarques de milho totalizaram cerca de 4,3 milhões de toneladas, uma média de 358,1 mil toneladas por dia, enquanto a média de todo o mês anterior foi de 274,6 mil toneladas diárias.

A média diária sinaliza que os embarques de agosto poderão superar os do mês anterior.

Em julho, as exportações totais do grão foram de 6,317 milhões de toneladas, acima do recorde anterior, de dezembro de 2015. À época, especialistas já sinalizavam que as vendas em agosto poderiam ser ainda maiores.

Em termos de comparação anual, os embarques de todo o mês de agosto de 2018 somaram 2,82 milhões de toneladas.

Além das fortes exportações, o Brasil também deve registrar safra recorde de milho na atual temporada, com 101,91 milhões de toneladas, segundo pesquisa realizada pela Reuters com instituições e especialistas.


Soja

Principal produto de exportação do Brasil, a soja mantém a tendência de queda verificada no mês anterior, quando era impactada pela safra menor do país e por uma menor demanda da China, país fortemente afetado pela peste suína africana.

Até a terceira semana de agosto, as exportações da oleaginosa acumulavam 2,7 milhões de toneladas, ou 227,6 mil toneladas por dia. Em todo o mês de agosto de 2018, as vendas foram de 8,1 milhões de toneladas, ou 353 mil toneladas diárias.

Já em julho deste ano, as exportações de soja somaram 7,8 milhões de toneladas, com média diária de 340 mil toneladas.

Na última semana, a Reuters noticiou que a demanda chinesa reaqueceu por conta da recente escalada da guerra comercial do país asiático com os Estados Unidos, mas que há uma disputa também fortalecida entre os importadores asiáticos e os processadores locais.

19/08/19
Gabriel Araujo
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
20/09/19 - Ibovespa avança na abertura com exterior benigno
  - UBS corta previsão de Selic para final de 2019 a 4,75%
  - Milho segue estável em Chicago nesta sexta-feira
  - Plantio da safra 2019/20 de milho na Argentina chega a 5,5% da área
  - Milho: Bolsa de Chicago abre a sexta-feira estável para os contratos futuros
  - Soja testa leves baixas em Chicago nesta 6ª e devolve ganhos da última sessão
  - Veja a previsão do tempo para sexta-feira (20) para todo o Brasil
  - Cotações do milho registram poucas movimentações nesta quinta-feira em Chicago
  - Emater aponta que Rio Grande do Sul deve ter área de milho 1% maior nesta safra
19/09/19 - Bovespa opera em alta nesta quinta-feira
  - Seguro rural/Agricultura: norte e nordeste terão R$ 20 milhões até outubro
  - Mercado brasileiro de soja tem preços estáveis e ritmo reduzido de negócios nesta 4ª
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Exportação de milho do Brasil segue em alta nas primeiras 3 semanas de agosto
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: