UDOP - União Nacional da Bioenergia

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Programa RenovaBio deve injetar R$ 13 bilhões em bioenergia  

18/06/2019 - O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque disse hoje (17) que o Renovabio talvez seja o maior programa de financiamento da área de sucroenergia no país.

"O RenovaBio [Política Nacional de Biocombustíveis], que entrará em pleno vigor em janeiro de 2020, apenas no setor de etanol estima-se investimentos da ordem de R$ 9 bilhões por ano, com a renovação de canaviais, e mais R$ 4 bilhões com o aumento da produção de cana de açúcar", adiantou o ministro durante abertura do Ethanol Summit, um dos principais eventos do mundo voltados para energias renováveis, no Centro Fecomércio de Eventos, realizado em São Paulo.

Durante o evento foi assinada a portaria que regulamenta o enquadramento de projetos prioritários no setor de petróleo, gás natural e biocombustíveis para emissão de debêntures incentivadas no setor de biocombustíveis. A portaria contribui para destravar investimentos em biocombustíveis, permitindo que empresas captem recursos com isenção de impostos para ampliar investimentos. A medida reforça as metas do Renovabio, permitindo a expansão do número de usinas e o crescimento na oferta de etanol.

Estiveram presentes também na cerimônia de abertura o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni; a Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Tereza Cristina, entre outros representantes do setor de bioenergia.

Durante seu discurso na abertura, lembrou da importância do setor sucroenergético. "Este é um setor que desde o início acreditou no país, e o que se conseguiu nos últimos anos, os números que tem, a tecnologia que desenvolveu, é a certeza de que juntos vamos fazer uma grande nação".

Saída de Levy
Ao final do evento, Lorenzoni comentou a saída do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Joaquim Levy. "Houve uma incompatibilidade de gênios, não houve sintonia entre o que desejava o presidente e como trabalhava o doutor Levy. A gente respeita a decisão e vida que segue".

Segundo o ministro, tem alguns pontos que o presidente deseja ver esclarecidos. "Provavelmente o próximo presidente [do BNDES] vai abrir a caixa preta".

17/06/19
Ludmilla Souza
Fonte: Agência Brasil
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
23/10/19 - Etanol/EUA: produção sobe 2,57% na semana, para 996 mil barris/dia
  - Unem projeta crescimento do etanol de milho no Brasil para ir de 5 até 20% da participação no
  biocombustível nacional
  - Açúcar: contratos futuros seguem em baixa em NY e Londres
  - Etanol/Milho: consórcio quer investir US$ 1 bi em usinas nos estados de Mato Grosso, Amazonas e
  Roraima
22/10/19 - China quer etanol brasileiro
18/10/19 - JBS Biodiesel é a 1ª empresa a obter aval para emitir crédito de descarbonização
  - JBS é certificada para o RenovaBio
17/10/19 - Renata Beckert Isfer assume Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME
10/10/19 - RenovaBio: ANP soma 140 pedidos de certificação para emissão de nota de eficiência energética
  - Governo promete para dezembro estrutura para implantar o RenovaBio
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Programa RenovaBio deve injetar R$ 13 bilhões em bioenergia
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: