UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
Petrobras completa 17 dias sem reajustar preço da gasolina na quinta-feira  

16/05/2019 - A Petrobras informou nesta quarta-feira que manterá o preço da gasolina nas suas refinarias na quinta-feira, completando 17 dias sem reajustes, de acordo com dados da petroleira compilados pela Reuters.

O preço médio atual do combustível fóssil vendido pela estatal às distribuidoras é de 2,0450 real por litro —maior valor desde 23 de outubro de 2018, segundo dados publicados anteriormente pela petroleira estatal.

O valor médio não muda desde 30 de abril, apesar de regra lançada em setembro do ano passado, pela gestão anterior, que impedia a estabilidade do combustível por um período superior a 15 dias.

Questionada nesta quarta-feira se a regra dos 15 dias foi cancelada, a Petrobras não respondeu imediatamente.

Em abril deste ano, já na gestão de Roberto Castello Branco, a empresa chegou a completar 18 dias com a gasolina no mesmo patamar. Questionada pela Reuters na ocasião, a Petrobras informou que a política de preços permanecia inalterada.

O preço médio do óleo diesel nas refinarias também foi mantido para quinta-feira, cumprindo a atual regra da Petrobras para esse combustível, que impede que haja reajustes em períodos inferiores a 15 dias. O diesel está congelado em 2,3047 reais o litro desde 4 de maio.

A Petrobras tem afirmado que pratica preços de mercado, embora tenha aumentado os períodos sem reajustes. Para evitar perdas, a petroleira tem apontado a utilização de mecanismos de hedge.

Mas, diante da falta de reajustes, o presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sergio Araújo, reiterou à Reuters nesta quarta-feira que suas associadas estão com dificuldades de competir com a Petrobras.

"Especificamente para a gasolina, produto para qual a Petrobras não vem praticando periodicidade fixa, é grande a expectativa do anúncio (de novo ajuste) para verificar se variações do preço doméstico seguirão a correlação do mercado internacional, o que daria mais segurança para a retomada das operações", disse a Abicom, em um boletim nesta quarta-feira.

Segundo a associação, como o preço do mercado internacional vem sofrendo quedas nos últimos dias, havia a possibilidade de anúncio de redução nos preços Petrobras nesta quarta-feira, da ordem de 0,06 real por litro, mas que não foi concretizado.

Além da precificação, a associação pontuou que o cenário da demanda também é crítico, já que o primeiro trimestre deste ano teve volume 9,4% inferior ao mesmo período do ano passado, enquanto o etanol, mais competitivo, está com vendas em ascensão.

Marta Nogueira
Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/09/19 - Petrobras eleva preço da gasolina em 3,5% e do diesel em 4,2%
  - Procon vai fiscalizar postos após alta de combustíveis em Araçatuba
  - O preço dos combustíveis no Brasil na comparação internacional
  - Preços do petróleo ampliam perdas após promessa da Arábia Saudita de restaurar produção
18/09/19 - ANP reforça fiscalização para apurar abuso de preços nos postos de gasolina de Brasília
  - IEA não vê necessidade de liberar estoques emergenciais de petróleo
  - Preços do petróleo caem 6% após ministro saudita apontar para recuperação da produção
17/09/19 - Petrobras descarta reajuste de preços dos combustíveis
  - Petrobras vai manter preço da gasolina até valor do petróleo se acomodar no mercado externo
  - Petrobras diz que monitora preço internacional do petróleo
  - Preços da gasolina nos EUA sobem após ataques sobre instalações sauditas
16/09/19 - Petrobras diz que oferta de troca atraiu detentores de US$6,076 bi em títulos
12/09/19 - Petrobras reduz ganhos, mas não impede Ibovespa de fechar no azul
09/09/19 - ANP: etanol segue competitivo com gasolina em cinco estados brasileiros
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Petrobras completa 17 dias sem reajustar preço da gasolina na quinta-feira
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: