Quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Entrevista/Udop - Um governo mais tcnico para o setor de bioenergia  
Amaury Pekelman - presidente da UDOP

06/02/2019 - Amaury Pekelman presidente da UDOP, economista, tem 52 anos, dois filhos e atua como vice-presidente de Relaes Institucionais da Atvos. Possui ampla experincia em Assuntos Institucionais e Comunicao com mais de 20 anos de proficincia em marketing, relaes com a comunidade, relaes pblicas e gesto de eventos corporativos, j tendo trabalhado para empresas de mdia, agroindstria e minerao.


Canal: O que esperar do novo governo? Como ele deve impactar na gerao de energia renovvel?

Amaury:
Acreditamos que este novo governo, com perfil bem mais tcnico, possa construir um alicerce mais forte para a bioenergia.

Para isso temos que ter oportunidades de dilogo com o primeiro escalo do governo para efetivamente mostrarmos a importncia do setor na gerao de empregos, nas questes que envolvem o meio ambiente e o papel da bioenergia na mitigao da emisso de gases de efeito estufa, no desenvolvimento social no interior do Brasil, na gerao e distribuio de energia limpa (bioeletricidade), dentre outras pautas.

Canal: Quais as principais medidas de incentivo esperadas para o prximo ano?

Amaury:
Poltica nacional de biocombustveis (Renovabio): O setor prope a efetiva e clere regulamentao do RenovaBio, conforme cronograma de aes j pr-estabelecido, de forma a garantir a plena operacionalizao do programa na safra de 2020, como forma de garantir o adequado planejamento dos investimentos privados e adequao do setor pblico a este que dever ser o mais importante programa de descarbonizao dos transportes no mundo.

Precificao dos combustveis fsseis e competitividade do etanol: O setor entende que qualquer mecanismo que venha a ser estabelecido deve manter uma relao direta entre os valores dos derivados praticados no mercado domstico e queles observados no mercado internacional, convertidos em Reais a partir da taxa de cmbio vigente. A definio de regra clara, transparente e estvel para o preo dos derivados fundamental para que se evitem medidas equivocadas ou regras de precificao focadas em problemas no concernentes ao segmento de combustveis.

Manuteno de diferenciao tributria entre o combustvel renovvel e seu substituto fssil:

Nossa proposta a de garantir a manuteno da competitividade atual do etanol, importante mecanismo de valorizao das externalidades positivas do biocombustvel comparativamente gasolina.

Bioeletricidade: Para se reduzir este hiato entre a gerao efetiva de bioeletricidade e seu potencial, importante estabelecer-se uma poltica setorial estimulante e de longo prazo para a bioeletricidade, com diretrizes claras e de continuidade, buscando garantir o pleno uso eficiente deste recurso energtico renovvel na matriz de energia do pas. Tal poltica setorial deve primar por diretrizes bsicas envolvendo o esforo conjunto de agentes pblicos e privados.

Barreiras e oportunidades para acar e etanol de cana no mercado internacional: Espera-se que o governo brasileiro possa atuar na esfera poltica e, quando necessrio, no mbito do rgo de soluo de controvrsias da OMC em relao a diversos pases, tais como, China (salvaguardas), ndia (subsdios exportao) e outros, que atualmente adotam polticas questionveis sob a tica das regras internacionais.

Sendo tambm o maior produtor de etanol de cana do mundo, o Brasil deve buscar oportunidades de abertura de mercado para este produto. O objetivo promover maior cooperao e comrcio via programas de incentivo ao uso de biocombustveis e energias renovveis em diversos mercados como Estados Unidos, em especial Califrnia, Unio Europeia, Japo e China.

Ainda enfrentamos barreiras tarifrias, regulatrias e de imagem que dificultam as exportaes. Por isso, o apoio do governo brasileiro para reforar os benefcios e a sustentabilidade do etanol de cana nos potenciais mercados fundamental.

Canal: Como o setor deve se desenvolver a partir do ano que vem, tendo em vista os ltimos resultados?

Amaury:
Na UDOP temos defendido com bastante veemncia o desafio de aumentarmos nossa competitividade com ganho de produtividade de litros de etanol por hectare. Hoje temos uma mdia de 5 a 6 mil litros de etanol produzidos por hectare de cana, mas defendemos a meta de atingir de 10 a 12 mil litros por hectare, o que reduziria consideravelmente nossos custos de produo e ainda teramos um retorno muito maior, podendo reinvestir este capital em P&D.

A aproximao do setor com entidades de fomento em pesquisas como a Fapesp, Universidades, a Embrapa, dentre outros, de suma importncia para que, num trabalho conjunto, aliado capacitao profissional das pessoas que trabalham neste setor, outro ponto que a UDOP tem defendido e sado na frente, possamos avanar em nossos desafios.

Canal: Como avalia o desenvolvimento do setor em 2018? Os resultados esto dentro das projees?

Amaury:
2018 foi um ano difcil para o setor, a exemplo de algumas safras anteriores. Tivemos em algumas regies do Centro-Sul uma seca histrica com at 150 dias sem precipitao, o que comprometeu o desenvolvimento da cana que foi colhida neste ano, gerando uma quebra em algumas usinas de at 10%, e ainda com consequncias na soqueira que colheremos na prxima temporada.

Por outro lado, tivemos preos um pouco mais compensadores para o etanol, o que fez com que o setor mudasse o mix de produo para o biocombustvel em detrimento da produo de acar, que teve em 2018 preos muito abaixo da mdia, consequncia, tambm, de uma concorrncia desleal de alguns pases que subsidiaram seus produtores locais, encharcando o mercado com acar e derrubando os preos.

De todas a forma, estamos esperanosos agora que com a mudana de governo possamos respirar novos ares na economia e que o setor possa sair fortalecido de mais esta crise.

Fonte: Canal-Jornal da Bioenergia
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
20/02/19 - Mineira Bevap alonga dvida de R$ 450 milhes
  - Importador de combustvel restringe negcios por atuao da Petrobras, diz Abicom
  - Brasil reduz importaes de etanol no incio de 2019
  - Com gasolina cara, venda de etanol disparou em 2018
  - Distribuidoras culpam queda nos estoques e falam em aumento do etanol at incio da safra
  - Venda de combustveis registrou estabilidade no ano passado
18/02/19 - Coplacana realiza a 5 edio do Copla Campo em Piracicaba
  - ATR SP: valor acumulado sobe 0,13% em janeiro
  - Setor de cana se recupera em AL depois de registrar pior safra da histria devido seca
15/02/19 - Usinas de MS j moeram 46,8 milhes de toneladas de cana e processamento deve superar o da safra
  passada
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Entrevista/Udop - Um governo mais tcnico para o setor de bioenergia
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/