Quarta-feira, 20 de maro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Frum de Articulistas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Grandes chances na frota flex  

03/01/2019 - Nesta anlise mensal seguem os principais nmeros e as reflexes tanto para o curto, mdio e longo prazo da cadeia agroindustrial da cana partir dos fatos de dezembro. Segundo a UNICA, j processamos at o dia 15 de dezembro 556,9 milhes de toneladas de cana. Moemos 24 milhes de toneladas a menos (4,10%) mas uma perda menor que a esperada com a seca, chegou-se a falar em 10%. O mix est em 64,44% para etanol. Em acar foram produzidas 26,1 milhes de toneladas (26,72% a menos) e de etanol 29,77 bilhes de litros (18,93% a mais), sendo 44% maior a produo de hidratado, a grande novidade da safra.

Pelo levantamento do CTC, o rendimento acumulado est em 138,7 kg ATR/tcana, contra 137,32 da safra anterior, praticamente igual. Muitas usinas j encerraram uma safra difcil, agora hora de renovar as foras para uma nova safra. E torcer para a chuva voltar novamente. Segundo a UNICA, com dados do Consecana, o preo da tonelada de cana est at o momento (mdia) em R$ 79,6/t contra R$ 77,7/t da safra anterior. Ano muito difcil produo de cana.

Reflexes dos fatos e nmeros do acar: Segundo a Archer, terminamos 2018 com queda de 16% dos preos em dlar, mas de apenas 1,4% em reais (R$ 1.137/tonelada), ou seja, a desvalorizao do real compensou um pouco. As exportaes de acar na safra devem ser de 19,6 milhes de toneladas, 30% menores. Com isto o Brasil conseguir tirar do mercado internacional 8,2 milhes de toneladas. Comecei a safra achando que daria para tirar 10 milhes de toneladas de acar do mercado, muitos acharam um absurdo, que o mximo seria de 5 milhes. Quase acertei, menosprezaram a fora da frota flex, como veremos adiante ainda d para conquistar muito mais. At o momento (15/12) exportamos 15 milhes de toneladas, contra 21,2 da safra anterior (queda de 29%) e em valores, US$ 4,4 bilhes contra US$ 8,2 bilhes (queda de 46%).

O preo mdio do acar nesta safra recebido nas usinas, sem impostos e frete est em R$ 44/sc, contra R$ 49,3/sc na safra anterior e R$ 62,1/sc na safra 2016/17. O dano dos baixos preos do acar vem sendo grande e como era esperado, faz vtimas no Brasil e tambm pelo mundo. A Tereos anunciou prejuzo de EU 100 milhes nos meses de abril a setembro, puxado principalmente pela situao europeia.

A China solicitou um tempo ao Brasil para apresentar uma proposta que evite nossa entrada na OMC. Nossas vendas caram de mais de 2 milhes de toneladas em 2016 para praticamente nada na atual safra.

Em termos de inovaes vale destacar a Camil, que junto com a Amyris passa em breve a comercializar um adoante de cana que tem zero calorias e ser chamado de Unio Zero Calorie (a Camil a dona da marca Unio). A produo vem sendo feita para Amyris em Brotas, partir de caldo comprado da Razen, que depois purificado. uma molcula existente na Stevia, produzida partir da cana, mas sem calorias e com poder adoante superior. Muitas empresas tambm esto lanando produtos que misturam acar de cana a outros, reduzindo as calorias. uma das variveis que temos que acompanhar no futuro do setor.


Reflexes dos fatos e nmeros do etanol e energia - Em novembro as usinas no Centro Sul venderam ao mercado interno e externo 2,617 bilhes de litros, 11,7% a mais que o mesmo ms de 2017. Desde o incio da safra j foram comercializados 20,436 bilhes de litros, 15,6% a mais. Para as distribuidoras, as vendas foram de 2,513 bilhes de litros em novembro e na safra, 19,319 bilhes de litros, 17,1% a mais. No hidratado, as vendas de novembro chegaram a 1,802 bilho de litros (25,7% a mais) e na safra esto 36% maiores, totalizando 14,230 bilhes de litros. Como era de se esperar, as vendas de anidro caram 13,7%, ficando em 6,206 bilhes de litros. J as exportaes acumuladas de etanol esto 5% menores, em 1,117 bilho de litros. O hidratado recebe o prmio do ano!

Na ocupao da frota de Ciclo Otto, em termos de volume, a participao do etanol hidratado foi de 33% na safra 2015/16, 26% na safra 2016/17, 28% na safra 2017/18 e est em 42% na safra 2018/19 (UNICA e ANP). Com todo o crescimento visto neste ano, ainda estamos prximos a 40%. Tem ainda grande possibilidade pela frente, principalmente na participao em estados produtores.

As importaes de etanol americano cresceram 2,8 vezes em novembro, com entrada de 137,7 milhes de litros, mas ela no deve superar 2017. Segundo a SCA Trading, devemos fechar 2018/19 com importaes de 1,3 bilho de litros e exportaes de 1,5 bilho de litros. A FCStone estima que o etanol americano custa hoje em Paulnia R$ 2,36/l, pagando o imposto de 20% e R$ 1,99 sem pagar, contra R$ 1,90 nas usinas. Os EUA esto pressionado para se aumentar a cota de anidro que pode entrar sem o pagamento da alquota de 20%, hoje liberada para 150 milhes de litros por trimestre. Um julho vence a norma da CAMEX, mais uma deciso a ser monitorada pelo setor.

O preo mdio do etanol hidratado nesta safra recebido nas usinas, sem impostos e frete est em R$ 1,61/l, contra R$ 1,58/l na safra anterior e R$ 1,62/l na safra 2016/17. Do anidro, respectivamente so R$ 1,77; R$ 1,74 e R$ 1,83/l.

A EPA Agncia de Proteo Ambiental dos EUA divulgou as metas de biocombustveis para 2019, um numero pouco maior que o de 2018. No total sero misturados aos combustveis fsseis 19,92 bilhes de gales (19,29 neste ano). Milho e os convencionais continuam com os 15 bilhes de gales. Os avanados (onde se encontra a cana) aumentaram para 4,92 bilhes de litros (aqui inclui 2,1 bilhes de gales de biodiesel) principalmente puxados pelos celulsicos, que aumentaram quase 40 milhes de gales. O teor mdio da mistura de etanol na gasolina dos EUA de 10,11%.

Sempre temos esperana no mdio prazo do etanol e da bioeletricidade da cana. Um grupo de experts do Painel Intergovernamental sobre Mudanas Climticas (IPCC) chega ao surpreendente nmero de US$ 2,4 trilhes por ano at 2035 que seriam necessrios para evitar um aquecimento global superior a 1,5 graus. A forma de buscar isto ser a de precificar o carbono emitido ou sequestrado. Segundo o estudo muitas grandes empresas esto dispostas a adotar este sistema, estimuladas por sustentabilidade de negcios e presso de investidores. Mais um ponto para o RenovaBio. A Cogen (Associao da Indstria de Cogerao de Energia) cr em crescimento de 57% na cogerao por biomassa de cana-de-acar at 2030, indo de 11,4 gigawatts para 17,9 gigawatts. Pela EPE (Empresa de Pesquisa Energtica) existem hoje 209 unidades que cogeram, do total de 367 unidades.

Quem seguiu minha sugesto aqui de no vender hidratado e at comprar e armazenar quando estava a R$ 1,50/l acabou ganhando. Com o litro passando de R$ 2 nas usinas, entressafra, cmbio atual e preos do petrleo no caindo mais, algum oxignio entrar.

Onde eu arriscaria agora em dezembro/janeiro: Os cortes de produo anunciados no seguraram a queda dos preos do petrleo pois existem receios de excesso de produo, somados chance de uma guerra comercial diminuir os fluxos de mercadorias e o consumo, afetando o crescimento mundial e a desacelerao da China, devido a elevado endividamento. O barril do Brent veio a US$ 56, um pesadelo quando lembramos que esteve acima de US$ 85 em outubro. Os EUA j se tornaram o maior produtor mundial, com mais de 11,5 milhes de barris por dia. A Rssia tambm cresceu muito sua produo. Mas agora a estes preos parte da produo fica invivel. Uma queda maior ainda de preos faria a recuperao do acar demorar mais pela menor atratividade do etanol em relao gasolina, que poderia jogar mais 2 a 2,5 milhes de toneladas no mercado de acar na safra 2019/20. Portanto o preo do petrleo a principal varivel neste momento, aliado nossa taxa de cmbio. Por outro lado, com a recuperao da economia, deve aumentar o consumo no mercado interno tanto de alimentos como de combustveis. Continuamos na torcida pelos altos consumos de hidratado agora nas frias. Com uma safra 2019/20 igual a esta, eu aposto em preos melhores.

Prof. Dr. Marcos Fava Neves
Especialista em planejamento estratgico do agronegcio, Professor Titular dos Cursos de Administrao da USP em Ribeiro Preto e da FGV em So Paulo
Os artigos assinados so de responsabilidade de seus autores, no representando,
necessariamente, a opinio e os valores defendidos pela UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
19/03/19 - Produo anual de carros est perto do limite, segundo relatrio da PwC
  - Setor de veculos cresce apesar da exportao fraca
  - Livre-comrcio de veculos entre Brasil e Mxico comea a valer nesta tera-feira
  - ANP: etanol sobe em 18 estados e no DF; preo mdio avana 2,07% no pas
  - ANP: etanol continua competitivo com gasolina em apenas quatro estados brasileiros
  - Contratos futuros do acar registram uma das maiores altas do ano
  - Etanol: Demanda pressiona valores aps 5 semanas de alta
  - Curto prazo com etanol e dvidas da ndia seguram presso de baixa do acar em NY
15/03/19 - Volkswagen vai cortar at 7.000 empregos por veculos eltricos
  - Incentivo a montadoras no NE est mantido, diz governo
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Grandes chances na frota flex
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/