Quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Preos da soja sobem no interior do Brasil com prmios elevados e oferta ajustada; portos prximos dos R$ 90  

11/07/2018 - Os preos da soja, nesta tera-feira (10), voltaram a registrar variaes intensas no interior e nos portos do Brasil, mesmo com a estabilidade das cotaes na Bolsa de Chicago. Mesmo com uma baixa mais severa do dlar nesta primeira sesso da semana - a moeda americana caiu mais de 1% nesta tera - algumas praas de comercializao chegaram a subir at 5,8%, como foi o caso de So Gabriel do Oeste/MS, onde a saca de soja foi a R$ 73,00.

Nos portos, porm, as cotaes recuaram, acompanhando esse recuo do cmbio. Em Rio Grande, a soja disponvel foi a R$ 86,50 por saca, com queda de 1,14%, e a referncia agosto/18 em R$ 87,50, com baixa de 1,01%. J em Paranagu, manuteno no spot para R$ 89,50 e baixa de 1,67% para R$ 88,50 no maro/19.

Segundo explica o consultor de mercado Carlos Cogo, da Carlso Cogo Consultoria Agroeconmica, essas altas que vm sendo registradas no interior do Brasil tm se dados diante de uma maior disputa por matria-prima nas praas de comercializao para lev-las aos portos.

"H, nesse momento, um interesse maior de se originar soja no interior. Isso vem promovendo uma diferena de at R$ 2,00 a mais por saca, muitas vezes, no interior", diz, complementando que os ganhos no tm, portanto, acompanhando as altas que so observadas nos portos nos ltimos dias. "E as indstrias locais esto bem abastecidas neste momento", completa.

Uma combinao de prmios muito altos e dlar forte, ainda prximo dos R$ 3,80, segue como o principal pilar para as cotaes.

Nesse cenrio - onde os prmios seguem acima dos US$ 2,00 por bushel sobre os preos praticados na Bolsa de Chicago - os negcios fluem melhor no pas, apesar dos entraves ainda ocasionados pela questo dos fretes. O tabelamento est mantido e boa parte do escoamento da safra acaba comprometido.

Alm disso, a oferta de soja no Brasil j comea a se mostrar mais restrita, principalmente por conta dos nmeros fortes de exportaes deste ms de julho. De acordo com dados da Secretaria de Comrcio Exterior (Secex), as vendas brasileiras j somam mais de 2,5 milhes de toneladas somente na primeira semana do ms. No acumulado do ano, as exportaes passam de 48,8 milhes de toneladas.

"O ritmo segue forte em todo o complexo soja, com muitos compradores querendo o gro. Se no tivessemos com o impasse da tabela dos fretes, que continua segurando parte do movimento, teramos nmeros ainda maiores do que estes. H um potencial de as exportaes brasileiras superarem forte as 10 milhes de toneladas de soja neste ms de julho e ser recorde histrico de embarques para o ms", acredita o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting.

Ainda segundo Cogo, "o produtor que vender agora est fazendo um bom negcio, porque o preo muito bom, o cmbio - apesar da queda de hoje - bastante atrativo, o prmio est muito alto, o que compensa as perdas em Chicago", mas, alerta para o curtssimo prazo. "No curtssimo prazo no seria adequado vender, j que ele poderia esperar uma recuperao do dlar no Brasil, da cotao internacional, do momento de entressafra no Brasil".

Alm disso, lembra que essa uma semana de incertezas para as cotaes, com o andamento ainda da guerra comercial entre China e Estados Unidos e a chegada de um novo boletim mensal de oferta e demanda pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) nesta quinta-feira (12).


Bolsa de Chicago

Nesta tera-feira, os preos da soja fecharam o dia na estabilidade na Bolsa de Chicago. O contrato julho/18 ficou em US$ 8,52 por bushel, subindo 0,50 ponto, o agosto e o setembro terminaram o dia sem variao, enquanto o novembro/18 recuou 0,50 ponto, para ficar em US$ 8,71.

Alm da presso da disputa comercial entre chineses e americanos e a falta de novidades sobre os movimentos de ambos neste imbrglio, h ainda um ajuste de posies por parte dos fundos investidores antes da chegada destes novos nmeros do USDA.

As boas condies de clima nos Estados Unidos tambm atuam como fator de presso sobre os preos. O desenvolvimento das lavouras norte-americanos bastante satisafatrio, com 71% delas em boas ou excelentes condies - melhores do que as do ano passado - alm de boa parte dos campos j estarem em fase de florescimento.

"As lavouras deste ano esto melhores e vo crescendo as expectativas de que o USDA aumente a expectativa da safra americana no relatrio que chega nesta semana, com uma mdia entre 117,5 e 118 milhes de toneladas, frente as 116,5 milhes que foram estimadas no ms passado", explica Brandalizze.

10/07/18
Carla Mendes

Fonte: Notcias Agrcolas
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
20/02/19 - Datagro prev exportaes menores do complexo soja em 2019
  - Governo quer rever acordo que faz Brasil pagar mais que Paraguai pela energia de Itaipu
  - Ibovespa avana com expectativa sobre reforma da Previdncia
  - Tereza Cristina cobra ateno de Guedes para agronegcio e elogia Salles
  - Volume e faturamento do complexo de soja sero menores em 2019
  - China est aberta a importar mais soja dos EUA, aps negociaes, diz governo
  - Milho: Preos internacionais ficam estveis nessa quarta-feira
  - Soja: china est aberta a importar mais dos EUA, aps negociaes, diz governo
  - Soja: Colheita atinge 32% da rea projetada para 2018/19
19/02/19 - Milho: Preos internacionais caem at 1,25 ponto nesta tera-feira
  - Nova rodada de negociaes comerciais entre EUA e China comear em Washington nesta 3
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Preos da soja sobem no interior do Brasil com prmios elevados e oferta ajustada; portos prximos dos R$ 90
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/