Quarta-feira, 17 de outubro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Cana-de-açúcar Aumentar a letra    Diminuir a letra
Praga ataca canaviais de Pernambuco com destruição de 15 toneladas por hectare  

16/05/2018 - Depois de enfrentar cinco anos de seca, os produtores de cana agora estão preocupados com a volta do período chuvoso que tem contribuído para o desenvolvimento de pragas. A infestação da Cigarrinha da Raiz, inseto oriundo do norte do estado de Alagoas, tem se alastrado nos canaviais de toda a Zona da Mata Sul pernambucana. Inicialmente, ela ataca a raiz e retira nutrientes da plana. Secam as folhas e apodrecem. A cana também deixa de absolver água. Com isso, reduz-se a produção. Estima-se uma perda de 15 toneladas por hectare. E as que sobrevivem perdem a capacidade de reter açúcar, reduzindo seu valor de mercado.

A Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP) vem atuando para controlar a praga. O Departamento Técnico da entidade tem apostado na produção de um fungo (Metarhizium anisopliae) para o controle biológico da Cigarrinha da Raiz (Mahanarva fimbriolata). "Nosso associado está recebendo-o gratuitamente. O uso de práticas culturais de controle biológico permite a redução da população desta praga a um custo inferior ao obtido com o controle químico e sendo mais eficiente", diz Paulo Giovanni, vice-presidente da AFCP e diretor do Departamento Técnico do órgão.

O fungo Metarhizium anisopliae também está à venda pela AFCP para os produtores não associados. Em casos mais extremos da infestação e quando é necessário o uso de produtos químicos, o dirigente lembra ao produtores de cana que a Cooperativa de Agronegócios da entidade (Coaf) ainda comercializa produtos para este combate químico, sendo vendido a preços menores que os praticados pelo mercado, a exemplo do inseticida Actara. Pode-se consultar o Departamento Técnico sobre qual a melhor forma de controle. No geral, Giovanni alerta que quando a praga já estiver em estado avançado, com efeito descontrolado no canavial, é recomendável usar o controle químico.

O agrônomo da AFCP, Ricardo Moura, alerta ainda para prejuízos com a Cigarrinha adulta. Causa injúria nas folhas, ou seja, provoca o sintoma conhecido popularmente como "queima da folha". Com isso, as deixam secas, diminuindo a produtividade e com perdas de ATR (taxa que mede o potencial de retirada de açúcar da planta e que serve de referência no setor canavieiro para a definição do seu valor financeiro) na colheita.

Moura explica que existem dois tipos de Cigarrinha (Raiz e da Folha), sendo comparativamente mais agressiva e de difícil controle a espécie que ataca a raiz, face a sua localização no solo, dificultando a eficiência do combate. "Enquanto a Cigarrinha da folha ataca justamente na parte superior da cana, também com prejuízos significativos", diz o agrônomo.

Alexandre Andrade Lima, presidente da AFCP, chama atenção para os prejuízos financeiros com a infestação desta praga. Em valores médios, o dirigente, que também é agrônomo, garante que a Cigarrinha da Raiz causa perdas de aproximadamente 15 toneladas por hectare a cada corte de cana. Esse montante, em muitos locais, atingem valores muito maiores. Além disso, provoca a perda com a redução do crescimento da cana. E interfere diretamente na redução da produtividade e do número de cortes do talhão atacado, causando desta forma grandes prejuízos.

Alexandre Andrade Lima
Fonte: Assessoria de Imprensa AFCP
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
17/10/18 - Com chuvarada, 75% da área de soja ainda não foi semeada em MS
  - Fusão de Agricultura e Meio Ambiente pode prejudicar Brasil, diz autoridade
  - Senado aprova medida que altera renegociação de dívidas rurais
  - Confira a previsão do tempo para esta quarta-feira (17) para todas as regiões do Brasil
  - Excesso de chuva diminui moagem de cana-de-açúcar em MS
  - Etanol e açúcar fecham em baixa dentro e fora do Brasil
16/10/18 - Anda: volume de entregas de fertilizantes sobe apenas 0,3% em setembro
  - MS: Chuva desacelera ritmo da moagem de cana na última quinzena de setembro
  - ATR SP: valor acumulado sobe 0,69% em setembro
  - Falta de chuva prejudica produção da cana-de-açúcar em Sergipe
28/06/18 - Governo construirá trincheiras no acesso a usinas sucroalcooleiras
26/06/18 - Queimada controlada, doenças e pregas
24/05/18 - Geada continua afetando algumas áreas produtoras
21/05/18 - O lado escuro do superávit
18/05/18 - Fronteiras do etanol de cana-de-açúcar
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Praga ataca canaviais de Pernambuco com destruição de 15 toneladas por hectare
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/