Sexta-feira, 19 de outubro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Confira a entrevista com Antônio da Luz - Economista - FARSUL  

16/05/2018 - Nesta quarta-feira (16), o economista da FARSUL, Antônio da Luz, conversou com o Notícias Agrícolas para comentar algumas situações referentes à escalada do dólar e o que esse momento pode refletir nas decisões do agronegócio brasileiro.

Para ele, este não é um momento de contrair dívidas em dólar, já que, embora exista um um indicativo forte de que a taxa de câmbio deva continuar crescendo, este fator não é garantido para os próximos meses.


Orientações sobre o mercado da soja

Segundo Luz, este é um momento para que o produtor faça uma média e aproveite o preço da soja que está no mercado. O ideal, contudo, seria que os produtores utilizassem mecanismos de contratos de opções, o que resolveria o problema no que diz respeito a participar das altas, mas como essa não é uma operação frequente no Brasil, fazer uma média é uma saída para buscar um ajuste no momento atual.

Este, na visão do economista, também é um bom momento para comprar insumos. Independentemente da taxa de câmbio, o mês de maio é tradicionalmente conhecido como um período interessante para fazer essas operações, já que conta com uma baixa liquidez.

Ele aconselha os produtores a conversarem com um corretor e entender quanto está custando algumas opções de compra de taxa de câmbio para para ter algum ganho no mercado financeiro e equalizar a alta nos insumos.


Política externa

Ele aponta que o crescimento econômico dos Estados Unidos faz com que haja alguns sinais inflacionários e um ganho real no país norte-americano. Contudo, ele não concorda com a briga de Trump com a China para proteger o aço local, "porque não foi assim que os Estados Unidos chegaram onde chegaram".

Nesse momento, o dólar ganha valor. A Argentina, por sua vez, embora tenha conseguido refinanciar sua dívida pela manhã, sofre um ataque especulativo sobre sua moeda local, o peso, o que fez com que o presidente Maurício Macri buscasse a ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI).


Política interna

Na visão de Luz, fazer um atalho especulativo no Brasil é possível, "mas não é qualquer coisa que vai derrubar o real", já que o país possui uma grande reserva internacional. O que está ocorrendo, contudo, é um ajuste na taxa de câmbio que reflete na moeda.

A corrida eleitoral, até o momento, não traz nenhum candidato que defenda abertamente a bandeira do ajuste fiscal, o que vai contra as expectativas do mercado. O atual presidente, Michel Temer, não consegue aprovar mais nada neste momento e a Reforma Previdenciária, que também vinha sendo aguardada pelo mercado, não é mais comentada e não há garantia de que essas medidas terão continuidade.

Confira a entrevista completa em vídeo, clicando aqui.

João Batista Olivi
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/10/18 - Nova York em alta ajuda Ibovespa para voltar aos 85 mil pontos
  - Taxas futuras de juros se fortalecem com desaceleração da queda do dólar
  - Dólar volta a recuar ante real com exterior e vantagem de Bolsonaro
  - IGP-M desacelera alta a 0,97% na 2ª prévia de outubro, diz FGV
  - Petróleo, dólar e bens de consumo fazem arrecadação de ICMS subir mais que PIB
  - Grãos/Argentina: plantio de milho atinge um terço da área de plantio esperada
  - Soja/EUA: exportadores relatam cancelamentos de 120 mil toneladas para destinos não revelados
  - CBOT: soja tende a abrir em alta; milho e trigo devem abrir em queda
  - Chuva favorece semeadura da soja em Goiás
  - Brasil aciona OMC contra tarifas à chinesas à importação de açúcar e país asiático defende
  restrições
  - USDA anuncia cancelamento de venda de 180 mi t de soja para China nesta 6ª feira
  - Plantio da soja em Goiás segue acelerado em relação ao ano passado
  - Após queda intensa, soja passa por leve correção técnica em Chicago nesta 6ª feira
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Confira a entrevista com Antônio da Luz - Economista - FARSUL
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/