Sbado, 23 de maro de 2019
:
banner
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Milho do Paran tem pior condio que em 2015/16, quando safra quebrou, diz Deral  

16/05/2018 - Em meio a uma forte seca, o Paran dar incio colheita da segunda safra de milho 2017/18 nos prximos dias em um cenrio pior do que o observado s vsperas da "safrinha" 2015/16, quando outra estiagem tambm provocou quebra de produo no Estado.

Perdas ainda maiores no segundo maior produtor brasileiro poderiam dar um impulso adicional aos preos do milho, que esto firmes no mercado interno em razo dos receios envolvendo a colheita deste ano em todo o Brasil.

Conforme dados do Departamento de Economia Rural (Deral) do Paran, 16 por cento das lavouras de milho no Estado esto em condies ruins at agora neste ano, contra 3 por cento em igual momento de 2016. J o percentual de milho em boa condio estava em 75 por cento naquele ano, ante 40 por cento atualmente.

"Hoje a seca geral. As duas grandes regies produtoras, a oeste e a norte, esto sofrendo de forma muito igual... A safra est em um cenrio pior que a de 2016", afirmou Reuters o analista de milho do Deral, Edmar Gervsio.

Naquele ano, o Paran colheu cerca de 5 toneladas por hectare, queda de 13 por cento ante a temporada anterior, segundo dados do Ministrio da Agricultura.

"O reflexo dessa estiagem na produo ainda no possvel de ser determinado, mas est pior, sim", acrescentou Gervsio, lembrando que geadas tambm impactaram a safra de dois anos atrs.

A situao tambm grave porque, aps o atraso no plantio, parte significativa das plantaes paranaenses est em estgios de desenvolvimento que demandam maior umidade (florao e frutificao), ao passo que em igual perodo de 2015/16 o milho no Estado estava em uma fase mais avanada de maturao e, portanto, menos suscetvel a perdas por seca.

" um risco adicional. Como a gente tem uma boa parcela em fases que precisam de mais recursos, basicamente gua, o impacto tende a ser maior do que se estivesse na germinao ou na maturao", destacou Gervsio.

Nos ltimos 60 dias, as chuvas no oeste e no norte do Paran ficaram at 155 milmetros abaixo da mdia, conforme o Thomson Reuters Agriculture Weather Dashboard.

Pela estimativa mais recente do Deral, de abril, o Paran reduziu a rea plantada e deve colher 12,24 milhes de toneladas de milho "safrinha" neste ano, 8 por cento abaixo de 2016/17, quando as condies climticas foram praticamente perfeitas.

O volume ainda supera os cerca de 10 milhes de toneladas de 2015/16, mas Gervsio alertou que as prximas revises do Deral devem ser para baixo.

" seguro dizer que ser bem menor que esses 12 milhes de toneladas", comentou ele.


Chuva vista

As precipitaes devem retornar ao Paran ainda nesta semana e acumular mais de 100 milmetros em partes da regio oeste at o fim de maio, de acordo com a previso do Thomson Reuters Agriculture Weather Dashboard.

So chuvas que faro o Estado retornar para perto da mdia histrica de precipitaes, mas que precisaro se confirmar para ao menos limitar as perdas de produo j consumadas para o milho "safrinha", disse Gervsio.

As preocupaes com a seca e a prpria previso de uma safra menor neste ano em todo o Brasil vm sustentando os preos internos da commodity.

S em 2018, o milho acumula alta de cerca de 25 por cento, sendo cotado acima de 40 reais por saca, em um movimento que tende a pesar sobre as indstrias de carnes, grandes consumidoras de raes feitas a partir do cereal.

Mas no s os produtores de milho depositam suas fichas nas chuvas dos prximos dias: os de trigo tambm.

Com pouca gua nas ltimas semanas, o plantio do trigo no Paran, principal produtor nacional, vinha avanando lentamente, no menor ritmo em ao menos dez anos.

"Mas em mais uma semana isso deve se resolver, at porque para a maior parte dos municpios est se fechando a janela (de semeadura)", afirmou Carlos Hugo Godinho, agrnomo do Deral, comentando que as precipitaes esperadas devem proporcionar o avano da semeadura, finalmente.

Em torno de 35 por cento da rea prevista com o cereal no Estado j foi plantada, contra 47 por cento h um ano, segundo o departamento.

O Deral prev um salto de 48 por cento na produo de trigo deste ano, para 3,3 milhes de toneladas, ante 2,2 milhes em 2016/17, quando diversos problemas climticos, incluindo uma forte geada no inverno, prejudicaram as lavouras.

15/05/18
Jos Roberto Gomes

Fonte: Reuters
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
22/03/19 - Colheita do milho na Argentina atinge 8,5% da rea
  - USDA informa venda de 300 mil t de milho para a China
  - Colheita do milho chega a 59% da rea no RS
  - Milho/EUA: exportadores relatam vendas de 300 mil toneladas para a China
  - Colheita da soja avana para 18% da rea no RS
  - Outono com El Nio fraco afeta pouco culturas de inverno, diz secretaria do RS
  - Cotaes do milho em Chicago seguem firmes e valorizadas nessa sexta-feira
  - USDA informa venda de 300 mil t de milho para a China
21/03/19 - Argentina: Crdoba tem safra de milho com rendimentos surpreendentes
  - Milho/MS: chuvas favorecem germinao e crescimento das plantas, diz Semagro
  - Mudana climtica exigir escolhas mais difceis, diz JPMorgan
  - El Nio fraco ter pouco impacto sobre as culturas de inverno no RS
20/03/19 - El Nio deve ter intensidade fraca no outono, diz Inmet
15/03/19 - Bolsa de Rosario aumenta suas projees para as safras de soja e de milho da Argentina
13/03/19 - Crescimento na produo em 2019 depende da segunda safra de milho, diz IBGE
  - Safra vero no Rio Grande do Sul deve ser a 2 maior da histria
12/03/19 - IBGE: safra 2019 ser de 228,8 milhes de toneladas (+1,0% ante 2018)
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Milho do Paran tem pior condio que em 2015/16, quando safra quebrou, diz Deral
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/