Sexta-feira, 19 de outubro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Inflação baixa reforça aposta em corte no juro  

11/05/2018 - Como já esperado, o reajuste no preço dos medicamentos pesou na inflação de abril, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que avançou 0,22%, ante 0,09% em março, informou nesta quinta-feira, 10, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O indicador veio no piso das estimativas de analistas do mercado financeiro, e, com isso, mesmo com a alta recente do dólar, os analistas reforçaram as apostas de que o Banco Central (BC) cortará mesmo os juros mais uma vez em reunião na próxima semana.

Para a maioria dos economistas ouvidos pelo Estadão/Broadcast, embora o câmbio possa elevar um pouco a inflação neste ano, a demanda fraca e a permanência do alívio no preço dos alimentos mantêm o cenário comportado. Tanto que a inflação acumulada nos quatro primeiros meses do ano (0,92%) foi a menor desde a implantação do Plano Real.

"A inflação corrente e as perspectivas para o médio prazo estão muito baixas. Tudo o que aconteceu mais recentemente no câmbio não está pegando na inflação, pode ser que pegue mais à frente", disse o economista Fábio Ramos, do UBS Brasil.

O gerente de Índice de Preços ao Consumidor do IBGE, Fernando Gonçalves, frisou que o dólar não afetou o IPCA de abril. O risco, para os próximos meses, está no preço dos combustíveis e de produtos eletrônicos. No caso dos combustíveis também pesa a alta da cotação do petróleo, já que, desde 2016, a política de preços da Petrobrás busca o alinhamento com a prática internacional.

Só que o repasse dos reajustes dos combustíveis nas refinarias para os postos de gasolina pode estar mais demorado, por causa da demanda fraca. "O varejo não tem acompanhado os reajustes nas refinarias no curto prazo", disse Salomão Quadros, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV). No IPCA de abril, a gasolina subiu 0,26%, alta compensada pelo etanol, que ficou 2,73% mais barato.

O economista João Fernandes, da gestora Quantitas Asset, manteve a projeção para o IPCA de 2018 em 3,60%, enquanto Daniel Weeks, economista-chefe da gestora Garde Asset, elevou a estimativa de 3,40% para 3,70%, por causa do dólar. Mesmo assim, para Weeks, há espaço na inflação para mais um corte 0,25 ponto porcentual na taxa básica de juros (a Selic, hoje em 6,50% ao ano).

Pressão. Para o economista Bernard Gonin, da Rio Gestão de Recursos, o IPCA de abril "veio abaixo do esperado e com um mix positivo", pois o índice de difusão (a quantidade de produtos e serviços cujos preços subiram) ficou baixo. "Mais uma vez, os preços administrados pressionaram o IPCA, com energia elétrica, planos de saúde e produtos farmacêuticos."

A conta de luz ficou 0,99% mais cara, os remédios, 1,52%, enquanto os planos de saúde encareceram 1,06%. Os preços do grupo Saúde e Cuidados Pessoais responderam por metade da alta do IPCA de abril.

Uma surpresa no mês foi a deflação no subgrupo "alimentação fora do domicílio", cujos preços recuaram 0,22%, levando o grupo Alimentação e Bebidas a registrar alta de apenas 0,09%. Segundo o IBGE, foi a primeira deflação mensal da alimentação fora de casa desde outubro de 2005, quando houve baixa de 0,06%. Provavelmente, bares e restaurantes fizeram ofertas ou realinharam seus preços "para não perder clientes", disse Gonçalves, do IBGE.

10/05/18
Vinicius Neder com colaboração de Thaís Barcellos e Maria Regina Silva

Fonte: O Estado de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/10/18 - Nova York em alta ajuda Ibovespa para voltar aos 85 mil pontos
  - Taxas futuras de juros se fortalecem com desaceleração da queda do dólar
  - Dólar volta a recuar ante real com exterior e vantagem de Bolsonaro
  - IGP-M desacelera alta a 0,97% na 2ª prévia de outubro, diz FGV
  - Petróleo, dólar e bens de consumo fazem arrecadação de ICMS subir mais que PIB
  - Fim da safra da cana gera alta no preço do etanol em postos de combustíveis de Campinas
  - Açúcar segue valorizado dentro e fora do Brasil; alguns lotes romperam a casa dos 14 cts/lb em NY
  - ONS: SE/CO deve termina outubro com 20% da capacidade nos reservatórios
  - Decisão da Justiça pode prejudicar privatização da Cesp, que ocorre nesta sexta
  - Horário de verão já não se justifica, aponta Abesco
18/10/18 - BNDES Giro aprova R$ 50 milhões para Usina Jacarezinho, do Paraná
  - Açúcar valoriza 48 pontos nessa quarta-feira
  - Fipe: relação etanol/gasolina arrefece a 61,15% na 2ª semana; a menor para o período desde 2008
  - Oliveira quer novos termos para fazer oferta por unidade da Eletrobras no AM, dizem fontes
  - Volume cresce 1% no Sul e reservatórios operam com 58,8%
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Inflação baixa reforça aposta em corte no juro
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/