Domingo, 16 de dezembro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
Brasil fará primeiro leilão de barris de petróleo na Bolsa  

16/04/2018 - O Brasil vai realizar no dia 16 de maio o primeiro leilão de barris de petróleo de propriedade da União em bolsa de valores. Até o momento, o governo só realizou licitações de áreas de petróleo a serem exploradas, onde o risco é do comprador.

A expectativa é oferecer 2,8 milhões de barris de petróleo produzidos em quatro campos, dois sob o regime de partilha (Sapinhoá e Mero), modelo pelo qual o governo recebe sua parte em petróleo, e dois sob o modelo de concessão (Lula e Tartaruga Verde), cujas áreas se estendem para áreas não contratadas e, portanto, pertencem também à União.

De acordo com o presidente da estatal que representa o governo nos contratos com as petroleiras, a Pré-sal Petróleo S.A. (PPSA), Ibsen Flores, serão ofertados 2,8 milhões de barris de petróleo, que podem render até R$ 500 milhões. "Para o ano de 2018 estamos estimando R$ 300 milhões, porque não poderemos contar com toda a produção de Tartaruga Verde", explicou o executivo ao Estadão/Broadcast.

Os recursos, conforme determinado na época da sua criação, irão para o fundo social criado em 2010, que tem por objetivo investir em educação e saúde, lembrou Flores.

O leilão vai oferecer quatro lotes de petróleo: 1,6 milhão de barris do campo de Mero, uma parte do campo de Libra, na Bacia de Santos, primeiro campo do pré-sal vendido sob o regime de partilha; 120 mil barris de Sapinhoá, também na Bacia de Santos; 600 mil barris do campo de Lula; e 480 mil barris de Tartaruga Verde.

Poderão participar empresas que tenham logística para retirar o petróleo das plataformas de produção, informou Flores, que espera a participação de petroleiras que já atuam no País. As empresas poderão formar consórcios para disputar a carga, inclusive com bancos e fundos de investimentos, "o que vai facilitar a apresentação de garantias financeiras", explicou.

As cargas serão retiradas entre meados de 2018 e meados de 2019, e o pagamento deve ser feito 30 dias após o recebimento do petróleo. A previsão de Flores é de que o leilão tenha ágio sobre o preço mínimo de referência do petróleo que é divulgado mensalmente pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). "Será o primeiro leilão de petróleo do Brasil e exige transparência e concorrência para obter o melhor resultado para a União", destacou Flores. O pré-edital lançado ontem ficará em consulta pública até o dia 24 deste mês e o edital definitivo sairá no dia 4 de maio, informou o executivo.

14/04/18
Denise Luna

Fonte: O Estado de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/12/18 - Brasil está pronto para eventual retirada de taxa chinesa à soja dos EUA, diz Maggi
  - Seis municípios concentravam 25% do PIB do Brasil em 2016
  - Juros passam a cair com desaceleração do dólar e leitura de Selic estável
  - Superávit da balança comercial em 2019 deve ser 38% maior que em 2018
  - Bolsas asiáticas fecham em baixa generalizada, após decepção com dados chineses
  - Calendário de leilões de petróleo está mantido, diz futuro ministro
  - NY resiste a usar a alta do petróleo sobre o açúcar e se mantém no superávit global e indiano, em
  particular
13/12/18 - Petrobras reduzirá em 1,51% preço da gasolina na refinaria, 1ª corte desde novembro
  - IEA vê oferta global de petróleo apertando mais rapidamente em 2019
12/12/18 - TCU adia decisão sobre megaleilão de petróleo do pré-sal
06/12/18 - Guedes quer adiar negociação para dividir recursos do pré-sal para o ano que vem
05/12/18 - Para destravar megaleilão, Congresso quer benefício para Cemig e gasodutos
27/11/18 - Bolsonaro tenta nova saída para cessão onerosa
22/11/18 - Bolsonaro quer mudar regime de exploração no pré-sal para concessão, diz fonte
  - Acordo garante pré-sal a Estados
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Brasil fará primeiro leilão de barris de petróleo na Bolsa
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/